O que é um Centro Espírita

Centro espírita, grupo espírita, casa espírita, sociedade espírita, pois são diversas as denominações, consiste de uma instituição sem fins lucrativos, fundada com três objetivos básicos:

1 – fazer a divulgação do Espiritismo, pelo estudo das obras da codificação da doutrina espírita, realizada por Allan Kardec;

2 – efetuar a intercomunicação entre os dois planos da vida, o material e o espiritual, com propósito edificante;

3 – exemplificar o lema da Filosofia Espírita ou Espiritismo, definido também por Allan Kardec: "Fora da caridade não há salvação".

 

Objetivando a aplicação dessa máxima são planejadas atividades de assistência social que visem minorar carências materiais, esclarecendo que caridade é o amor em ação e devem ser observadas as duas formas de caridade: a de ordem material e a de ordem moral, sendo a caridade moral a mais pura e acessível a todos, porque requer unicamente a atenção fraterna de uma pessoa com relação ao seu semelhante.

 

          Doutrina espírita é o conjunto de informações dos Espíritos Superiores, que responderam ao criterioso questionamento de Allan Kardec no século XIX. Tais esclarecimentos dos Espíritos Superiores sobre  questões transcendentais muito profundas, informam-nos sobre onde estávamos antes de nascer, qual o objetivo do nascimento e dos sucessivos renascimentos e para onde iremos após o falecimento de nossos corpos físicos. São 1019 perguntas de Allan Kardec e respectivas respostas de Espíritos de altíssima sabedoria, reunidas num livro importantíssimo, que recebeu o sugestivo nome de O Livro dos Espíritos e sua primeira edição foi lançada em Paris no ano de 1857. Toda casa espírita bem orientada deve oferecer aos seus frequentadores o estudo sistematizado da doutrina espírita – ESDE.

 

No conjunto dos esclarecimentos dos Espíritos Superiores constantes em O Livro dos Espíritos dois são especialmente destacáveis:

1 – Deus existe, pois tudo o que existe pressupõe uma causa, uma origem e a origem de toda a matéria contida no Universo e do Espírito é Deus no conjunto de todas as Suas perfeições e eternidade. Deus é eterno, não tem origem nem finalização e toda a sua criação – Matéria e Espírito – destina-se à infinitude.

2 – O propósito da criação do Princípio Inteligente/Espírito é o aperfeiçoamento intelectual e moral e Jesus é o modelo de perfeição intelectual e moral que deve nos inspirar em nosso esforço de atingir essa perfeição, no curso de nossas encarnações sucessivas.

 

          Equivocadamente, por estes dois esclarecimentos dos Espíritos Superiores, a respeito de Deus e de Jesus é muito comum ouvirmos a afirmação de que o Espiritismo é uma religião. Em sua época, Allan Kardec elucidou definitivamente esse mal entendimento, num texto publicado em dezembro de 1868 na Revista Espírita, fundada por ele para divulgar o Espiritismo. "... o Espiritismo, não tendo nenhum dos caracteres de uma religião, na acepção usual da palavra, não se deve ornar de um título sobre cujo valor, inevitavelmente se teria equivocado; eis porque o Espiritismo se diz simplesmente: doutrina filosófica e moral."

 

          Com a publicação do livro O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec sinalizou que a moral de Jesus ensinada em seu Evangelho é a moral da doutrina filosófica – Espiritismo – que devemos nos esforçar por vivenciar, a fim de atingirmos com maior segurança o nosso aperfeiçoamento espiritual.

 

          Na casa espírita, a Evangelhoterapia consiste da reunião dos frequentadores da instituição para a leitura e reflexão sobre os conceitos de Jesus no Evangelho, objetivando a cura moral de nossas mazelas espirituais. Essas reuniões são afetuosamente acompanhadas pelos Espíritos Dirigentes das atividades da casa no plano espiritual onde se encontram, procedendo à magnetização da água disponibilizada a todos os presentes, bem como na efetuação do passe ou imposição de mãos a quem o necessite.

© 2017 por Grupo Espírita Chico Xavier.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle